No mês de outubro é celebrado o dia da Iluminação e pensando nisso separamos um post para contarmos a história de umas das maiores invenções da humanidade.

No dia 21 de outubro comemora-se mais um ano em que uma lâmpada brilhou pela primeira vez durante 48h seguidas, esse marco da nossa história aconteceu há 141 anos e o grande responsável se chama Thomas Edison.

Diversos cientistas haviam tentado viabilizar a lâmpada elétrica, o grande desafio estava em conseguir encontrar um filamento que não queimasse ao passar eletricidade, mas foi com o trabalho de Thomas Alva Edison que isso se tornou possível.

Segundo a história, foram mais de 1000 tentativas até chegar a um resultado de sucesso, e foi a partir daí que Thomas inspirou diversas pessoas a persistirem em seus objetivos, já que para ele as tentativas não haviam sido falhas e sim descobertas de fazer uma lâmpada de mil maneiras diferentes.

Thomas alcançou o seu tão buscado sucesso quando utilizou um filamento fino de carvão a alto vácuo. Utilizando uma linha de costura de algodão carbonizada, para o filamento, foi possível manter a lâmpada incandescida por 48h. Com o êxito do seu experimento o grande cientista registrou seu produto e iniciou a comercialização até alcançar uma grande escala.

Desde sua invenção, a lâmpada elétrica vem se transformando ao longo do tempo, tornando-se mais moderna e efetiva. Após 46 anos de sua comercialização, veio então à lâmpada fluorescente criada por Nikola Tesla como uma alternativa mais eficiente, devido à economia de energia.

Com os constantes avanços tecnológicos a evolução das lâmpadas não parou por aí, em 1958 foi criada a lâmpada halógena e em 1989 veio a grande revolução, as lâmpadas LED trazendo diversas vantagens.

Atualmente as lâmpadas incandescentes e halógenas estão gradualmente sendo inutilizadas. Desde 2012 seu consumo está sendo extinto em diversas partes do mundo, inclusive no Brasil, desde 2014 não se pode fabricar nem importar lâmpadas incandescentes de 150 e 100 watts.

As lâmpadas LED são as mais utilizadas devido aos diversos benefícios relacionados à sustentabilidade, economia e durabilidade. Afinal, hoje as invenções precisam estar conectadas ao lado ecológico.

E ai, qual tipo de lâmpada você acha que teremos no futuro? Conta pra gente nos comentários do post no Instagram! Clique aqui.