Home > Notícias

Qual lâmpada usar?

O fim da comercialização das lâmpadas incandescentes abre a discussão sobre sua melhor substituta.

As lâmpadas incandescentes de 100W não podem mais ser comercializadas desde o final de 2014; as de 60W somente até 30 de junho deste ano, e as de 40 e 25W desaparecerão gradativamente do mercado até 2016. Todas essas lâmpadas estão sendo extintas por não atingirem minimamente os índices de eficiência nos critérios estipulados pela portaria 1070 de dezembro de 2010.

Para substituí-las, existem excelentes opções que primam pela sustentabilidade, economia e durabilidade. 

Halógena

Para obter o mesmo resultado de uma incandescente de 60W busque halógenas com potência superior a 42W. Possui vida útil de aproximadamente mil horas, o que representa uma economia de 30%, e seu fluxo luminoso é imediato. 

Fluorescente

As lâmpadas fluorescentes de 15W também são compatíveis a uma incandescente de 60W e economizam até 80% de energia, têm maior durabilidade e podem ser colocadas no mesmo soquete das lâmpadas incandescentes. 

Para atingir o máximo de seu fluxo luminoso é necessário aguardar um a dois minutos após acender. 

LED

Lâmpadas LED com apenas 10W substituem incandescentes de 60W, ultrapassando 80% de economia. O investimento inicial é, em média, 8x mais alto. Porém, a vida útil de uma LED é 15x maior com baixo consumo de energia. Sendo assim, em um ambiente comercial onde uma lâmpada fica acesa durante 8 horas diárias, o gasto com energia se paga em apenas seis meses. Seu fluxo luminoso alcança capacidade total de clarear imediatamente ao ligar.

Obs: Levantamento realizado com base nos produtos Empalux.

Veja também:

Voltar
Voltar ao Topo | ^